Histórias

Como iniciou a Romaria de caminhoneiros em Campos



A História dos Irmãos Caminhoneiros de São Cristóvão teve seu início como tantas outras histórias de caminhoneiros, num posto de beira de estrada. Estando próximo ao dia de São Cristóvão, padroeiro dos motoristas, o caminhoneiro Josiel Machado “Juca” numa conversa com outro caminhoneiro Ivanilson “Dudu” tiveram a ideia de assistirem a missa do santo na igreja de Santo Amaro, santo de devoção dos dois e de tantos outros caminhoneiros da região. Um fala para outro e a coisa se espalhou de modo que os dois se viram fazendo cartaz na mão, literalmente de punho. No dia marcado, lá foram eles, acompanhado de seus familiares e de mais 8 caminhoneiros, chegando ao destino aproximadamente 30 romeiros. Nos anos seguintes o evento foi acontecendo e tomou característica de Romaria.

Hoje cinco anos depois, véspera da 6ª Romaria, depois de alguns contra tempo, os Irmãos Caminhoneiros de São Cristóvão estão aí firmes e fortes para mais um ato de agradecimento a Deus e a São Cristóvão por protegê-los destas estradas esburacadas, dos acidentes, furtos e violências, formando uma grande família.